IMIGRAÇÃO

Saiba mais sobre o Visto F-2 – Acompanhante de estudante

O que é permitido fazer com o Visto F-2

O Visto F-2 sempre vem acompanhado do visto de estudante F-1. O Visto F-2 é para aqueles que acompanham quem vai estudar nos Estados Unidos. Ele serve para esposa(o) e filhos do estudante, esses então são seus dependentes e elegíveis para o Visto F-2.  Para outros tipos de parentesco ele não serve, apenas para cônjuge e filhos. Caso queira viajar utilizando o Visto de Estudante F-1, clique aqui e saiba como tirá-lo. Mas, se seu pai ou mãe, esposo ou esposa já o tem, e você quer acompanhá-lo em sua viagem, leia o post e saiba mais sobre o Visto de acompanhante F-2.

O Visto F-2 depende totalmente do Visto F-1. O tempo de permanência dele no país, vai depender o tempo do F-1. Ou seja, enquanto o visto F-1 for válido, o F-2 também estará válido. Caso o estudante F-1 perca o status do visto, então o F-2 também perderá.

O que é permitido fazer com o Visto F-2

O Visto F-2, ao contrário do que o que as pessoas pensam, não permite trabalhar. Ele é apenas para acompanhar o estudante que é portador do Visto F-1. Nenhum tipo de trabalho é permitido com esse tipo de visto. O portador do  Visto F-2 não pode estudar tanto quanto o F-1, entretanto, pode fazer algumas aulas desde que a carga horária seja inferior a 18 horas.

O foco do Visto F-2 não pode ser os estudos, e sim, acompanhar o estudante. A não ser as crianças que irão fazer elementary ou secondary school, terão cursos em forma integral.

Como tirar o Visto F-2

O processo para tirar esse visto é o mesmo para tirar o Visto F-1. A diferença entre eles é que o estudante F-1 paga a taxa SEVIS e o acompanhante não. A SEVIS vinculada ao visto do acompanhante é a mesma do estudante.

É necessário que o estudante e o acompanhante façam a entrevista juntos. Deverão ter em mãos os documentos que comprovam que são parentes, filhos ou cônjuges. A certidão de casamento pode provar que são casados. Mas outros documentos para provar que o casamento é verdadeiro também é indicado levar. Isso porque muita gente se casa somente para facilitar se mudar para os Estados Unidos. Ou seja, leve a certidão mas também pense em outras coisas que pode complementar isso (não é obrigatório, mas pode quebrar um galho caso precise).

Como os acompanhantes portadores do Visto F-2 não podem trabalhar,  assim como o próprio estudante (somente se for no campus onde se estuda) o estudante que tiver a intenção de levar acompanhantes consigo, deve provar pra imigração que tem condições financeiras (extrato bancário com a quantia) de sustentar todo mundo quando estiver estudando.

O valor que se deve ter no banco deve ser sugerido pela escola. Tudo pode afetar esse valor. Como custo de vida na cidade escolhida, escola escolhida, curso, quantidade de dependentes, tempo de permanência… Será preciso confirmar com a escola antes de providenciar os papéis.

Todos precisam entrar juntos nos EUA?

Não há a necessidade de entrarem todos juntos. O estudante pode ir na frente e os dependentes irem depois. Só é recomendável que o acompanhante tenha uma cópia do I-20 e da carta de aceitação da escola do estudante. Também não há a necessidade de saírem juntos do país, o portador do visto F-2 pode entrar e sair do país quando quiser, desde que o visto esteja válido, o F-1 e o F-2.

Troca de visto

Caso mude de ideia, e também queira estudar nos Estados Unidos, poderá trocar o visto de acompanhante por um visto de estudante. Esse processo se parece com o de trocar o visto de turista para estudante, para saber mais é só clicar aqui. Mas esse processo é caro, demorado, e é preciso esperar a aprovação antes de começar a estudar.

Também é possível trocar o visto de acompanhante por um visto de trabalho, se não tiver desrespeitado o período de permanência no país e nem trabalhado ilegalmente. Mas nesse caso, a empresa que irá patrocinar seu visto e ela deverá ficar responsável pelos papéis.


Veja também:

Etiquetas
Inscreva-se em Nosso Canal

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar