INTERCÂMBIO

Os Diplomas Brasileiros são reconhecidos nos EUA?

Entenda como funciona o reconhecimento de Diplomas Brasileiros

Muitas pessoas se perguntam se Diplomas Brasileiros são reconhecidos nos Estados Unidos. Caso você possua um diploma brasileiro, não quer dizer que poderá fazer uma pós-graduação ou trabalhar nos EUA.

Os Estados Unidos não possui um órgão governamental que tome e cuide do reconhecimento de Diplomas Brasileiros (ou demais estrangeiros). Esse processo é delegado ao que se conhece por credential evaluation services, empresas privadas que avaliam seu diploma e tenta encontrar um equivalente nos Estados Unidos. Ao contrário do Brasil, que possui o Ministério da Educação, nos EUA não existe um órgão do governo que avalie isso.

Depois disso, essas empresas passam a equivalência (se existir) ao empregador ou instituição de ensino interessada no candidato à vaga profissional ou de estudo. Então, a escola ou a comissão que regulamenta o seu tipo de profissão nos EUA poderá pedir para que seu diploma seja avaliado por uma dessas empresas.

Depois disso a instituição vai saber dizer se você terá que conseguir mais horas/aula de estudo, cursos adicionais ou testes de certificações específicas para poder atuar na mesma área profissional. Ou se o seu diploma é compatível com o curso americano correspondente (o que é muito difícil).

Na maioria das vezes, o diploma não é completamente reconhecido e pode ser até ignorado. Nesses casos, o aluno/candidato terá que refazer o curso na versão americana. Cursos superiores da área médica, por exemplo, tem a grade curricular e treinamentos diferentes.

Como a validação de Diplomas Brasileiros é um processo demorado, caro e complexo, muitos escolhem trabalhar em empregos considerados sub empregos no Brasil, típicos de imigrantes, até poder juntar algum dinheiro para bancar todo o processo. Lembrando que nos EUA todo tipo de serviço é valorizado e muito bem remunerado, por sinal.

Nota: além dos processos acima, algumas profissões precisam ser licenciadas dentro do Estado americano antes que um indivíduo possa exercê-las. Lembre-se que cada Estado americano possui sua própria licença e, caso se mude, talvez seja necessário fazer outra prova e obter outra licença.

Cabe ao empregador e à instituição de ensino informar sobre os procedimentos da sua área.

Algumas profissões que exigem licença 

  • Contabilidade;
  • Profissões na área de saúde (cargos de auxílio);
  • Enfermagem;
  • Medicina;
  • Odontologia;
  • Nutrição;
  • Orientadores psicológicos (educacionais);
  • Terapia Ocupacional;
  • Terapia familiar e marital;
  • Especialistas em massagens;
  • Optometria;
  • Osteopatia;
  • Farmácia;
  • Fisioterapia;
  • Esteticistas;
  • Psicologia;
  • Arquitetura;
  • Veterinária;
  • Cosmetologia;
  • Quiropraxia;
  • Engenharia;
  • Direito;
  • Serviço social;
  • Educação, entre outros.

Pessoas interessadas nessas profissões devem obter um certificado estadual.

Os Diplomas Brasileiros são reconhecidos nos EUA? – Conclusão 

Contate a comissão profissional da região onde você vive para saber o que você precisa fazer. Faça seu processo de acordo com as instruções deles.

Caso queira outra área (que não as profissões acima) você deve entrar em contato com o empregador ou instituição de ensino que desejar e se informar sobre os procedimentos de revalidação/reconhecimento de diplomas nessas áreas.

Você será informado que precisa ter seu diploma traduzido e avaliado por uma dessas empresas (credential evaluation). E quando o interesse é trabalhar nos EUA, a validação do seu diploma fica a critério da empresa contratadora.

Lembre-se: esses processos não são gratuitos. E além de validar seu diploma, para trabalhar nos EUA você precisará de um bom inglês.


Veja Também:

 

Etiquetas
Inscreva-se em Nosso Canal

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar