VIDA NA AMÉRICA
Trending

Seguro de carros em Massachusetts

Saiba quais são os tipos de seguros e como calcular os valores

Para quem pretende comprar um carro nos Estados Unidos, é importante saber que nenhum veículo pode rodar sem o seguro obrigatório de cobertura básica..

Nos Estados Unidos, a maioria das leis são Estaduais e não Federais. Desta maneira, as leis variam de Estado para Estado. Neste texto abordaremos todas as informações sobre o seguro de carro em Massachusetts.

Seguro básico de carro em Massachusetts

Em Massachusetts o seguro de carro é obrigatório, entretanto, somente aquele que cobre o básico. Os demais tipos de seguro, vai depender da sua escolha. O básico é dividido em duas categorias: Personal Injury Protection (PIP) e Property Damage (PD). Eles cobrem somente os danos causados à outra pessoa, não os seus.

Personal Injury Protection (PIP): cobre os danos causados ao dono do carro que você bateu, e as pessoas que estavam junto à ele. Como gastos médicos, hospital e funeral.

Property Damage (PD): cobre os danos causados ao veículo. Desde o conserto, até a substituição do carro se der perda total.

Esses seguros só cobrem os danos causados à pessoa que sofreu o acidente, não à quem causou. Caso o causador do acidente também seja prejudicado, é ele que deverá arcar com os gastos, e não o seguro. Mas, se desejar que os danos causados à ele e ao carro também sejam cobertos, deverá obter um outro tipo de seguro.

Outros tipos de seguros

O Comprehensive and Collision: cobre o seu carro em caso batida ou capotamento. Você também pode incluir nele outros tipos de situações, como danos naturais: roubo, incêndio, inundação, etc.

O Seguro Full Cover: é o seguro completo. Engloba tanto o PIP quanto o PD, ou seja, cobre tanto os seus danos quanto os da outra pessoa, e você pode pedir para incluir nele o Comprehensive and Collision.

Você pode personalizar o seguro de acordo com as suas necessidades. Mas lembre-se: quanto mais completo for, mais caro ele será.

Valores

O valor do seguro vai depender de vários fatores:

  • Se é um carro de luxo ou não;
  • Local em que você mora;
  • Seu tempo de carteira;
  • Sua idade;
  • Seu histórico (se já causou acidente ou não);
  • Escolha da seguradora;
  • Tipo de serviço escolhido.

O que mais pesa na hora de calcular o valor do seguro é o local onde você vive. Onde fica a sua garagem. Isso somado ao seu tempo de carteira dos EUA. Mesmo tendo 10 anos de carteira no Brasil, chegando nos EUA, seu score zera já que a carteira vai ser nova. Eles levam em consideração que, com uma carteira nova, você não tem experiência, então as chances de acontecer um acidente aumenta.

Caso você more em um lugar com maior índice de criminalidade, o valor do seguro pode aumentar também. Assim como zonas mais movimentadas. O lugar onde você vive influencia muito! O mesmo seguro pode ter um valor diferente em cada cidade.

Se você morar mais distante do centro da cidade, então vai ser mais barato. Mas, jamais deve-se colocar um endereço que não seja o seu para diminuir os custos. Caso a seguradora precise investigar o que aconteceu, irão descobrir que você mentiu o endereço e o seguro será perdido. Em caso de desastres naturais por exemplo. Se eles descobrem que você mentiu, podem se recusar a pagar as despesas. Eles podem até mesmo perguntar aos vizinhos, então, fique atento! Seja honesto. O famoso “Jeitinho brasileiro” não funciona nos EUA.

Atenção!

Muitas pessoas quando chegam aos EUA abrem uma companhia/empresa para poder colocar o seguro do carro no nome da empresa. Isso faz com que o custo seja reduzido, porém, se você abre essa companhia e não trabalha nela, não faz ela ter um giro pagando os impostos, logo a companhia cai e automaticamente seu seguro também acaba. Então, se você pretende fazer isso, lembre-se que precisa haver movimentação, a empresa precisa estar ativa para que o seguro permaneça ativo.

Dica para reduzir o custo:

Caso você tenha muitos anos de prática no Brasil, você pode apresentar o negativo da sua carteira para a seguradora. Esse negativo é concedido pelo DETRAN. Ele vêm com a sua carteira e mostra o tempo de direção que você tem. Com isso será possível reduzir bastante o custo. Contanto que você mostre o seu histórico, que você já dirigiu no passado somado a sua carteira dos EUA. Sua carteira do Brasil é válida por 1 ano nos EUA (desde a sua data de entrada no país). Então, no primeiro ano, é possível fazer o seguro do carro com ela. Para saber mais sobre isso clique aqui.

Seguro atrasado

É muito importante não atrasar o pagamento do seguro. Nos Estados Unidos a polícia tem um sistema de leitura de placas. Caso você atrase o pagamento alguns dias, seu seguro pode estar cancelado/bloqueado, e você não poderá circular com seu veículo assim. Ao passar por um carro da polícia você será parado e terá o carro guinchado, além de possíveis complicações. Por isso, mantenha o pagamento em dia.

Seguro de carros nos Estados Unidos

Carros alugados

Quando o assunto é carro alugado, o valor do seguro já é incluído na locação. Não é possível alugar um carro sem ele. Mas, nem todas as empresas de locação de carros são confiáveis. Fique muito atento ao tipo de seguro incluído na locação, pergunte antes para não ser o maior prejudicado em caso de acidente.

Nos Estados Unidos, você pode ser detido caso não consiga pagar/indenizar a pessoa lesada. A falta de recursos não justifica o não pagamento. Então não importa se o carro for seu ou alugado, previna-se primeiro.

Notas:

As leis nos Estados Unidos são extremamente rigorosas. Mas, em compensação, os benefícios são enormes. Obtenha seu seguro e dirija com cuidado!


Veja Também:

 

 

 

Tags
Inscreva-se em Nosso Canal

Artigos Relacionados

Close