VIDA NA AMÉRICA

Pontos positivos e negativos de Trabalhar nos Estados Unidos

Saiba como é trabalhar nos Estados Unidos

Trabalhar nos Estados Unidos é um pouco diferente de trabalhar no Brasil. Aqui você verá os pontos positivos e os negativos de trabalhar nesta terra.

Nota: A experiência é o que mais conta na hora que se está buscando emprego. É bem comum ver aposentados trabalhando nos EUA, deficientes também.

Pontos positivos de Trabalhar nos Estados Unidos:

Pagamento

A maioria dos empregos nos Estados Unidos é bem remunerado, mesmo os trabalhos braçais. Trabalhos mais pesados podem pagar até mais que empregos em escritórios, mas é claro que se você tiver uma educação superior americana poderá ganhar mais.

No Brasil, o pagamento é mensal. Já nos EUA, o pagamento é semanalmente ou a cada duas semanas. Dependendo do emprego, poderá até ganhar por dia.

Oportunidades iguais

Nos EUA as oportunidades de emprego são iguais para todos. Já que, os empregados são proibidos por lei de te discriminar, seja por raça, sexo, religião, idade, nacionalidade, etc.

Horários

É bem comum nos EUA ter várias opções de horários para escolher. Muitos empregos oferecem mais de um horário e tipo de serviço.

Estudantes universitários podem trabalhar part-time (menos de 40 horas por semana) e assim, conseguir pagar por seus estudos, e também obter o summer jobs, que visam contratar estudantes.

Trabalhadores full-time trabalham no mínimo 40 horas por semana. É comum o dia de trabalho do americano começar às nove da manhã e terminar às cinco da tarde. Mas há quem comece mais tarde ou termine mais cedo, tudo depende do turno. A maioria dos comércios trabalham 24 horas por dia, então oferecem várias opções de turnos.

Plano de saúde

Alguns planos de saúde oferecidos por empresas são de ótima cobertura.

Aumento

É comum pedir aumento para o chefe nos Estados Unidos. Se o empregado prova que merece, pode conseguir ganhar um pouco mais.

Pontos negativos de Trabalhar nos Estados Unidos:

Feriados

Nos Estados Unidos há menos feriados e eles não emendam como no Brasil, ou seja, não existem feriados prolongados. Essa é uma das razões pela qual ganha-se mais.

Férias

Depois de um ano de serviço, você consegue uma semana de férias ou cinco dias. Depois de dois anos, você recebe duas semanas de férias. Depois de cinco anos trabalhando para a empresa, você pode receber quatro semanas de férias. Mas isso varia de acordo com a política da empresa para qual você trabalha. Na maioria das vezes, as ferias não são remuneradas.

Chefes

Os chefes americanos podem gritar com você se acharem necessário, falam o que pensam e não têm vergonha alguma em parecer grossos. Mas claro que essa não é a regra, são algumas exceções, mas você precisa estar preparado para lidar com isso.

Especialização profissional

A maioria dos empregos nos Estados Unidos são estritamente específicos. Se você for contratado para tal cargo, então provavelmente será ensinado a fazer apenas as coisas daquele cargo. Alguns supervisores fazem isso por medo da concorrência, para que você não aprenda a fazer tanto quanto eles.

Concorrência

A competição por empregos é maior, pois você vai concorrer com universitários, adolescentes e pessoas com anos de experiência na sua frente. Isso depende do tipo de emprego que você busca, é claro. Se você for trabalhar nos empregos que geralmente os americanos não querem, você terá uma facilidade muito maior em se conseguir trabalho. E são trabalhos que são muito bem remunerados.


Veja Também:

 

Etiquetas
Inscreva-se em Nosso Canal

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar